ATO DE SERVIDORES DO INCRA EM BRASÍLIA DÁ INÍCIO À GREVE E PEDE FORTALECIMENTO DO ÓRGÃO

PDFImprimirE-mail

Como forma de iniciar o movimento grevista em Brasília os servidores da Superintendência Regional do Incra no Distrito Federal e Entorno (SR-28) farão nesta quinta-feira (29/4) um grande ato pelo fortalecimento e em busca equiparação de salarial e reestruturação das carreiras na autarquia. A partir das 10 horas, os servidores estarão reunidos no pátio da sede da SR-28 (SIA - Trecho 1 - lote 1730/1760, Blocos D e E) para declararem suas adesões ao movimento “Isonomia e Reestruturação JÁ!”, lançado em 5 de abril em todo o País. O evento contará com a presença de representações dos movimentos sociais de lutas pela terra e parlamentares identificadas com a causa. [caption id="attachment_87" align="alignnone" width="300" caption="Servidores do Incra em Brasília estão mobilizados"][/caption] Já na Sede nacional do Incra, no Setor Bancário Norte, os servidores farão mobilização e reunião para apresentar informes sobre as atividades e articulações realizadas pelo grupo de comando do movimento paredista. As atividades da manhã iniciam com café da manhã, passando por debates e aprovações de propostas, além de almoço. À tarde, novas reuniões com servidores de setores específicos serão realizadas. Greve A greve dos servidores do Incra em Brasília foi ratificada na segunda-feira (26/4), durante Assembleia Geral Extraordinária, como forma de pressionar o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) a reabrir as negociações e atender as reivindicações da categoria. A decisão ratificou um posicionamento tomado na quinta-feira (22/4). Uma reunião entre os servidores do Incra e a Secretaria de Recursos Humanos (SRH) do MPOG para retomar as negociações já foi confirmada e vai acontecer dia 5 de maio, às 10h30min, com o secretário de recursos humanos do MPOG, Duvanier Ferreira. As negociações haviam sido encerradas em fevereiro último, unilateralmente pelo Ministério. Com o movimento grevista, ficam paralisados ou com baixa atividade os serviços de assentamento de famílias, regularização fundiária na Amazônia Legal, Certificado de Cadastro de Imóvel Rurais (CCIR), georreferenciamento, assistência técnica, regularização de áreas quilombolas, entre outras atividades específicas do Incra. A decisão é consequência de um indicativo de greve aprovada pela Assembléia Geral Ordinária da Confederação Nacional das Associações dos Servidores do Incra (Cnasi), realizada no sábado (17/4), em Brasília. Fonte: Ascom Cnasi / Assera-BR

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Blogs das Regionais

Links Úteis

sindsepdfasseraincracutfassincracnasi_lutas