A CRISE DO INCRA, POR GERSON TEIXEIRA

PDFImprimirE-mail

O ex-presidente da Associação Brasileira de Reforma Agrária (ABRA), Gerson Teixeira, produziu um artigo no qual aborda as causas, implicações e possíveis soluções para a crise do Incra. Gerson, que tem doutorado em Economia pela Unicamp e é assessor parlamentar, inicia sua análise com a reunião do novo presidente do Incra, Celso Lacerda, com parlamentares que integram o Núcleo Agrário da bancada do PT, ocorrida no início deste mês, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

 

 

O texto aponta que “a crise do Incra, que se expressa no acúmulo de anomalias e déficits diversos e profundos , é uma crise essencialmente política agravada por problemas de gestão. É política porque o fundamento da ‘reforma agrária’ no Brasil desde sempre tem sido a proposta de responder precariamente às lutas dos trabalhadores pelo acesso à terra, de forma consentida (e lucrativa) pelo latifúndio, preponderantemente fora das áreas consolidadas do agronegócio, e sem a alteração da estrutura de posse e uso da terra”.

 

Na análise de Gerson o setor de recursos humanos é outro grande problema enfrentado pelo Incra, na atualidade, pois há enorme déficit quantitativo e qualitativo dos servidores do órgão. “Adicione-se, a apatia profissional desses servidores por conta dos baixos níveis salariais, fortes assimetrias internas remuneratórias entre categorias correlatas, precariedade das condições de trabalho, inexistência de políticas de reciclagem e capacitação, além de outros pontos que conflitam com uma política de valorização dos servidores”, afirma no texto.

 

Confira abaixo a íntegra do texto:

TEXTO_CRISE_INCRA_GERSON_ABRIL_2011.doc  

 

Fonte: Ascom Cnasi

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Blogs das Regionais

Links Úteis

sindsepdfasseraincracutfassincracnasi_lutas