Ter, 28 de Agosto de 2012 13:25

GO: em luto, mas, na luta!

Em mais um dia de mobilização, servidores do Incra/MDA em Goiás vestiram-se de preto para mostrar o descontetamento e a indignação com a proposta apresentada pelo Governo Federal para a categoria. A greve continua! Temos que lutar pela proposta em que acreditamos e merecemos.
Publicado em Greve Incra e MDA 2012
Qua, 25 de Julho de 2012 13:36

GO: Vai uma banana, aí?

Em repúdio à falta de diálogo e de negociação por parte do governo federal, o Sintsep/GO - em conjunto com vários setores dos servidores públicos federais - realizou nesta quarta-feira, dia 25, pela manhã, ato de protesto com distribuição de bananas à população.

Durante o ato, realizado na Praça do Bandeirante (esquina das Avenidas Goiás com Anhanguera), centro de Goiânia, foram distribuídos aos passantes um total de 500 quilos de bananas, simbolizando o contínuo descaso do Executivo Federal diante das reivindicações dos servidores. "Queremos mostrar à população, de forma simbólica, o que nós temos recebido do governo; as bananas que a presidente Dilma Rousseff tem conferido a nós", afirma Ademar Rodrigues, presidente
do Sintsep/GO.

A atividade contou com a presença de diversos setores que já aderiram à greve nacional como professores, técnicos administrativos, servidores
do núcleo do Ministério da Saúde e dos órgãos Funasa, DNPM, Anatel, Anvisa, Cnem, Incra, MDA e Sesai, entre outros. Durante todo o dia, os funcionários públicos federais distribuídos pelas capitais brasileiras vão distribuir toneladas de alimentos à população.

Além do Sintsep/GO, protagonizam o ato o SINT-IFESgo, a Assincra/GO, a Fasubra, a Assemda/GO e o SindAgências.
Publicado em Greve Incra e MDA 2012

Os servidores do Incra em Goiás, em greve desde o dia 25 de junho, promovem na próxima terça-feira (17), a partir das 8h, mobilização em  frente ao Hemocentro de Goiânia (Av. Anhanguera, nº 5.195). Com o tema “Dando sangue pela reforma agrária, doando sangue pela vida”, a categoria fará doações durante todo o dia.

O ato pretende alertar a sociedade que, assim como o sangue, a reforma agrária é necessária para a manutenção da vida no campo e na cidade. Estudo publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e Estatística (IBGE) revelou que 70% dos alimentos que chegam à mesa do brasileiro são produzidos pela agricultura familiar e reforma agrária do país. Em Goiás, existem 112 mil propriedades familiares e 290 assentamentos da reforma agrária, distribuídos em mais de 75 municípios.

A greve do Incra e do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em Goiás segue movimento nacional de paralisações dos servidores públicos federais em 24 estados. As reivindicações são de reestruturação das carreiras, melhoria nas condições de trabalho e adequação das remunerações diante da relevância do serviço público para o desenvolvimento e ordem da Nação. Muitos órgãos, como o Incra, não recebem aumento real desde 2007.

Em Goiás, a greve atinge a Funasa, o Ministério da Saúde, a Secretaria Especial de Atenção à Saúde do Índio, a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), os professores e técnicos administrativos da Universidade Federal de Goiás, os Institutos Federais de Tecnologia, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e o Tribunal Regional Eleitoral. Categorias como a Polícia Federal e Receita Federal devem engrossar o movimento grevista no próximo mês.

Publicado em Greve Incra e MDA 2012
Como forma de consolidar a mobilização em Goiás e estimular a consciência crítica dos servidores, hoje (5) os trabalhadores da reforma agrária assistiram ao filme "O outro lado da Globalização", do cineasta Silvio Tendler. O documentário, de 2007, é conduzido pelo pensamento do professor Milton Santos, intelecutal baiano conhecido e premiado internacionalmente.
O filme discute os problemas da globalização sob a perspectiva das periferias, seja o terceiro mundo, seja comunidades carentes, e aponta para uma outra realidade, possível de ser criada a partir destes elementos.
Veja alguns pensamentos do geógrafo Milton Santos, extraídos do documentário: 
Globalitarismo:  A lógica Financeira, que nada tem a ver com a Lógica da Solidariedade...
“Nunca na historia da humanidade houve condições técnicas e científicas tão adequadas a construir um mundo da dignidade humana, apenas, essas condições foram expropriadas por um punhado de empresas, que decidiram construir um mundo perverso. Cabe a nós fazer dessas condições materiais, a condição material da produção de uma outra política”*...
“O que nós estamos vivendo hoje é que o homem deixou de ser o centro do mundo. O centro do mundo hoje é o dinheiro, mas o dinheiro no estado puro. O dinheiro em estado puro só é o centro do mundo por causa dessa geopolitica que se instalou, proposta pelos economistas e imposta pela mídia.”*...

“O Brasil jamais teve cidadãos, nós, a classe media, não queremos direitos, nos queremos privilégios, e os pobres não tem direitos, não há, pois, cidadania neste pais, nunca houve!”*...

*Milton Santos
Obs: O globalitarismo consiste num processo de colonização universal, aprofundando o abismo entre ricos e pobres, metrópoles e colônias.
Publicado em Greve Incra e MDA 2012

Blogs das Regionais