CNASI SOLICITA REUNIÃO COM MINISTROS DO PLANEJAMENTO E CASA CIVIL AO PROTOCOLAR OFÍCIO ENCAMINHANDO RELATÓRIO FINAL DO GT DE CARREIRA

Imprimir

Qua, 10 de Agosto de 2016 22:04

A Diretoria da CNASI-ASSOCIAÇÃO NACIONAL protocolou ofício no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e na Casa Civil da Presidência de República solicitando reunião com ministros responsáveis por tais pastas e encaminhando, como anexo, o relatório final do Grupo de Trabalho (GT) de carreira.

 

Acesse AQUI cópia dos ofícios protocolados.

Veja AQUI matéria sobre GT de carreira.

 

Nos ofícios, protocolado neste dia 10 de agosto, a CNASI-ASSOCIAÇÃO NACIONAL argumenta que o GT foi formado por integrantes das direções do Incra e das entidades representantes dos servidores, com objetivo de apresentar proposta de reestruturação das carreiras, como forma de melhorar a atuação dos profissionais e do órgão.

 

Na avaliação da CNASI-ASSOCIAÇÃO NACIONAL reuniões com o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Henrique de Oliveira, e com o ministro-Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Lemos Padilha, são essenciais para que a entidade faça os devidos esclarecimentos sobre as reivindicações da categoria, bem como recepcione proposta de melhorias para os servidores e a autarquia diretamente dos gestores das pastas.

 

Agendamentos

A Diretoria da CNASI-ASSOCIAÇÃO NACIONAL está agendando reuniões com diversas lideranças políticas para entregar diretamente cópia do relatório final do GT de carreira, explicar as reivindicações da categoria e pedir apoio para suas efetivações.

 

Neste processo de busca de apoio é importante, na avaliação da Diretoria da CNASI, que as associações de servidores e o próprios profissionais mantenham contato com lideranças políticas e parlamentares de seus estados/regiões como forma de ampliar o grupo de apoiadores do fortalecimento do Incra e de seus agentes.

 

Oportuno ressaltar, para evitar quaisquer interpretações de cunho partidário e/ou defesa ou condenação de governo A ou B, que tal encaminhamento é tão somente desdobramento de ações rotineira desta entidade.

 

Fonte: CNASI-AN