Segunda, 27 Mai 2024 03:49

NO PARANÁ, SERVIDORES SE MANTÊM MOBILIZADOS E DISCUTINDO COM A GESTÃO LOCAL EM BUSCA DE APOIO À VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL E MELHORIAS DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Os servidores do Incra no Paraná se reuniram na manhã de segunda-feira (20/5/2024) para discutir o processo de negociação atual, detalhes da proposta apresentada pelo MGI e amplamente rejeitada pela base em todo o país – dentro da campanha “SEGUNDA-FEIRA DE LUTA” em defesa da reestruturação de carreiras.

Nessa iniciativa da base no estado, se mantendo mobilizada e discutindo com a gestão local, a ideia é ampliar a pressão no Governo e melhorar as condições de trabalho na Superintendência Regional, que tem algumas falhas prejudiciais ao desenvolvimento das atividades dos profissionais.

E nessa linha de ação, os servidores mobilizados, na manhã de segunda-feira (20/5/2024), tiveram agenda com o superintendente regional, Nilton Guedes, para análise de conjuntura e saber quais são as ações por parte da gestão do órgão, a nível de SR e Sede, para que se avance na pauta de reestruturação de carreiras.

Boas práticas
A assembleia permanente dos servidores do Incra/PR realizada de forma híbrida na sexta-feira (24/5/2024) com a presença dos integrantes das duas carreiras (Reforma e Desenvolvimento Agrário e Perito Federal Agrário) avançou sobre a deliberação sobre as representações formais junto às entidades que serão contatadas a partir da próxima semana.

Na agenda de trabalho de mobilização na próxima segunda (27/5), os servidores vão se dividir em três grupos:

- O primeiro, será o de ordenamento fundiário para discussão sobre o impacto organizacional das carreiras dos servidores e dos salários no Incra e estruturante na autarquia no âmbito da Lei nº 14.757, que trata da extinção de cláusulas resolutivas de títulos fundiários, junto ao público atendido no estado do Paraná e outros assuntos referentes ao gerenciamento da malha fundiária;

- o segundo, será o de desenvolvimento, que abordará a questão da judicialização dos processos no desenvolvimento dos assentamentos e a morosidade na criação dos mesmos, também à luz da desvalorização das carreiras dos servidores do Incra;

- o terceiro grupo tratará dos agendamentos dos encontros com as entidades parceiras do Incra Paraná com os servidores mobilizados e representados.

Os servidores mobilizados serão representados pela Associação dos Servidores do Incra no Estado do Paraná (Assincra/PR), Delegacia Sindical no estado do Paraná do Sindicato Federal dos Peritos Federais Agrários (SindPFA/PR), servidores sindicalizados no Sindsep/PR (Sindicato dos Servidores Públicos no estado do Paraná - filiado à Condsef) e Cnasi-Associação Nacional).

Fonte: Assincra/PR

Ler 73 vezes