Terça, 02 Julho 2024 19:21

CRISE NO INCRA LEVA À GREVE E ENTREGA DE CARGOS DE CHEFIA NA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESPÍRITO SANTO Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Após uma decisão contundente durante a Assembleia Geral dos trabalhadores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) - realizada pelo Sindsep-ES, no dia 28 de junho, na sede da entidade em São Torquato, Vila Velha/ES -, os servidores da autarquia no Espírito Santo mostraram estarem prontos para iniciar uma greve a partir do dia 10 de julho. A medida radical foi motivada pela frustração com as negociações de reestruturação de carreiras e pelo suposto descaso do Governo Federal com as demandas da categoria.

A gota d'água para essa decisão foi a proposta apresentada pelo Governo / MGI em 24 de junho, considerada ultrajante pelos servidores. Em resposta, diversos cargos estratégicos foram entregues no Incra/ES. Entre os cargos de chefia que foram deixados pelos seus ocupantes estão os de Superintendente Regional Substituto, Conciliador Agrário, chefes das Divisões de Desenvolvimento e Consolidação de Assentamentos, Operacional e Governança Operacional. Além de outros postos chave, como: os de Chefes de Serviço de Desenvolvimento Humano e de Apoio Técnico Administrativo do Gabinete. Bem como Chefes Substitutos das Divisões de Governança Fundiária e Operacional.

A decisão de entregar os cargos foi vista como um gesto corajoso e comprometido com a luta coletiva dos servidores do Incra, buscando fortalecer a autarquia federal e garantir melhores condições de trabalho e valorização profissional. Os servidores, por meio do Sindsep-ES, destacaram a importância de uma reestruturação que contemple não apenas a remuneração adequada, mas também condições dignas de trabalho e o fortalecimento das atividades do Incra no estado.

A greve, marcada para começar no próximo dia 10, representa um ponto crítico nas negociações entre os servidores e o Governo, que agora enfrenta o desafio de lidar com a paralisação em um momento crucial para as atividades do Incra no Espírito Santo. Enquanto isso, a expectativa dos servidores é que suas reivindicações sejam ouvidas e que uma solução justa e satisfatória seja alcançada o mais breve possível.

Confira AQUI o OFÍCIO Nº 45937/2024 com entrega de cargos.

Ler 447 vezes