MÁ GESTÃO DESESTRUTURA INCRA/MT E OBRIGA SERVIDORES A SUPRIREM ATÉ COM PAPEL HIGIÊNICO, ÁGUA E LIMPEZA A SUPERINTENDÊNCIA E UNIDADES AVANÇADAS

PDFImprimirE-mail

A falta de gestão qualificada e orçamento adequado para suprir as necessidades básicas do Incra no Mato Grosso tem obrigado os dedicados servidores do Incra a pagarem por serviços de limpeza e a comprarem materiais básicos, como papel higiênico e de impressão, água potável, copo descartável, além de toner para imprimir documentos e relatórios essenciais para a autarquia no Estado.

 

Os problemas, apesar de se agravarem em 2015, não são recentes, pois segundo relatos de servidores, a Superintendência do Incra em Goiás socorreu a Regional de Mato Grosso, no ano de 2014, com 40 caixas de papel ofício para impressão de documentos.

 

A Sede Administrativa do Incra/MT, Cuiabá, está em péssimas condições em virtude de uma obra iniciada no ano de 2012 e abandonada por duas empresas, sem a devida finalização. Verifica-se rachaduras, ausência de extintores de incêndio, fiação elétrica antiga e não suporta a atual demanda de equipamentos.

 

O contrato com a empresa terceirizada responsável pela limpeza e fornecimento de material de limpeza foi rompido por falta de pagamento por parte do Incra, desde 30 de abril de 2015.

 

O Incra/MT também está sem serviços de telefonia, por falta de pagamento, tendo os funcionários que utilizar seus telefones pessoais para atendimento aos beneficiários, impossibilitando que os usuários entrem em contato com o órgão.

 

A Associação dos Servidores do Incra  no Mato Grosso (Assincra/MT) denunciou o caso na imprensa local. Acesse AQUI a reportagem.

 

Diante deste caos em que se encontra o Incra/MT, a direção da Cnasi enviou ofício cobrando da Presidência do órgão a solução imediata de todos os problemas da Superintendência Regional e unidades avançadas. Foram repassado ainda à direção do Incra cópias de ofícios da Assincra/MT relatado detalhes dos problemas enfrentados pelos trabalhadores e beneficiários do Instituto. (Material atualizado às 14h45min, de 22.05.2015)

 

Acesse AQUI o ofício da Cnasi.

 

Fonte: Cnasi

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Blogs das Regionais

Links Úteis

sindsepdfasseraincracutfassincracnasi_lutas