CNASI

CNASI

Como é de conhecimento dos servidores do Incra entidades e associados individuais da CNASI-AN, a eleição de nova diretoria da CNASI-AN deveria ter ocorrido em março de 2020, conforme edital divulgado em 20/01/2020.

No entanto, em 17 de março de 2020 sobreveio a pandemia de COVID-19 no Brasil, tendo sido declarado estado de emergência sanitária por conta da contaminação pelo novo coronavírus, que em nosso país, desde então já contabilizou mais de 30 milhões de infectados e ultrapassando 662 mil mortes.

À época, a última diretoria da CNASI-AN, em conjunto com os servidores e entidades associadas, deliberou pelo adiamento das eleições para nova direção da entidade - entendendo que o pleito presencial, conforme previsto no Estatuto da Associação, deveria ser adiado para o segundo semestre de 2020.

No entanto, infelizmente as condições sanitárias para tal não se mostraram viáveis, tendo a CNASI-AN, juntamente com os servidores e entidades associadas envidado esforços para garantia das condições seguras de trabalho, inclusive incorporando lutas e ações visando o estabelecimento de trabalho remoto para todos os trabalhadores do INCRA, a nível nacional, tanto os efetivos como os terceirizados.

No ano de 2021, em assembleia realizada no mês de julho, ficou deliberado que a antiga diretoria da CNASI-AN envidaria esforço para analisar juridicamente a melhor alternativa para realização da eleição.

Nesse sentido, a CNASI-AN vem esclarecer que, tão logo seja anunciada pelo Ministério da Saúde a alteração da condição sanitária nacional de pandemia para endemia, o que está previsto para acontecer neste mês de abril de 2022, será divulgado pela Comissão Eleitoral o calendário e o edital para eleição de nova Diretoria da CNASI-AN, de acordo com as disposições estatutárias, para realização do pleito de forma presencial, conforme determina seu Estatuto, no Capítulo VIII, Das eleições.

Diretoria da Cnasi-AN

Uma nova Diretoria da Associação dos Servidores do Incra no Maranhão (Assincra/MA) foi eleita para gestão 2022 / 2024, sendo escolhidos aos cargos pessoas com atuação na promoção das políticas públicas executadas pelo órgão, além da valorização do mesmo e histórico de defesa da categoria.

Profissionais baianos filiados à Associação dos Servidores do Incra na Bahia (ASSINCRA/BA) elegeram uma nova diretoria para a entidade, pelo triênio 2022 / 2025, escolhendo pessoas com histórico de defesa da categoria e atuação na valorização do órgão e das politicas públicas que ele executa.

A Associação Nacional dos Servidores Públicos Federais Agrários (CNASI -AN) vem por meio deste, manifestar total apoio à pauta de reivindicação dos agricultores familiares, representados pela FETAG/RS (Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul), que diante da insensibilidade do Governo Federal precisou ocupar e acampar nas dependências do INCRA e Ministério da Agricultura, em Porto Alegre (RS).

Nós servidores públicos, comprometidos com o atendimento aos trabalhadores rurais, em especial no tocante às nossas atribuições no controle do território, a fiscalização da função social das propriedades e executores da reforma agrária, sabemos o quanto qualquer sociedade depende dos agricultores e trabalhadores rurais para garantir uma das principais necessidades básicas do ser humano, o direito à alimentação.

Não poderíamos deixar de registrar que entendemos o que os agricultores e trabalhadores rurais familiares estão passando, pois com o desmonte do Serviço Público, a extinção do MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário), a falta de concurso público, vivemos um "apagão" do Estado para atender os irmãos trabalhadores rurais com a devida atenção que merecem, pois, literalmente são responsáveis pelo “pão em nossa mesa”.

O Serviço Público que se preza precisa adotar conscientemente tal dimensão em relação aos trabalhadores rurais, a começar pelo devido respeito e atenção aos que produzem os alimentos e as estruturas que lhes dão sustentação.

Dito isto, não somente parabenizamos a ação e seu aceno positivo, mas nos solidarizamos com a iniciativa, comprovando o quanto ainda precisamos da luta e da união dos trabalhadores para que sejam garantidos os direitos duramente conquistados.

Contem conosco.

Atenciosamente,

Diretoria Nacional da CNASI-AN

A espera chegou ao fim! Os interessados em adquirir um exemplar do livro ‘Incra 50 anos: a autarquia sob o olhar de seus servidores’ já podem realizar seus pedidos. A publicação, fruto de parceria do Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários (SindPFA) com a Associação Nacional dos Servidores Públicos Federais Agrários (Cnasi-AN), é resultado de seleção que colecionou 26 textos de 17 autores – todos servidores do Incra, do passado e do presente –, e traz crônicas com boas histórias que retratam o dia a dia e os desafios da autarquia, que completou meio século em 2020.

A constatação de uma série de anormalidades - como rachaduras e afundamento do piso -, na estrutura do Bloco 2 da Superintendência Regional do Incra no Espírito Santo levou a Seção Associativa da CNASI-AN no Estado a encaminhar ofício ao gestor da autarquia solicitando a imediata interdição do local, pois podem trazer risco à segurança dos trabalhadores.

A Seção Associativa da CNASI-AN no Espírito Santo emitiu ofício para o Gabinete da Superintendência Regional do Incra no Estado solicitando o estabelecimento de trabalho remoto amplo durante a pandemia do novo coronavírus, como forma de prevenir contaminações, adoecimentos e mortes provocadas por complicações de Covid-19.

A Associação dos Servidores do Incra no Paraná (Assincra/PR) protocolou ofício direcionado ao superintendente regional solicitando o fechamento da Superintendência no Estado durante a pandemia de Covid-19, como forma de prevenir contaminações, adoecimentos e mortes provocadas por complicações do novo coronavírus.

Como forma de prevenir contaminações, adoecimentos e mortes provocadas por complicações do novo coronavírus, causador da COVID-19, a Diretoria da CNASI-ASSOCIAÇÃO NACIONAL protocolou ofício direcionado à Presidência do Incra solicitando a suspensão das atividades presenciais em todas as unidades da autarquia agrária e o estabelecimento de teletrabalho para os servidores e, assim, mantendo a prestação de serviço à sociedade.

Sessenta e oito servidores do Incra, entre ativos e aposentados de todo o país, morreram em decorrência de complicações causadas pelo novo coronavírus (causador da Covid-19, uma doença que se manifesta nos seres humanos após a infecção pelo vírus SARS-CoV-2) nos anos de 2020 e 2021.

Página 1 de 123